ATUAÇÃO DA AFDM
 
  • Apoiar integralmente todas as medidas que tenham por finalidade diminuir a sobrecarga dos familiares e aumentar os cuidados aos doentes mentais.
  • Encarar a doença mental como um fato científico, evitando charlatanismos, combatendo as teorias que responsabilizam a família como a causadora dos distúrbios e aquelas outras que simplesmente negam a existência da doença mental.
  • Lutar por uma assistência digna e pela oferta de todos os dispositivos de saúde mental necessários para o imediato restabelecimento dos pacientes.
  • Apoiar todas as iniciativas que viabilizem a expansão dos serviços assistenciais complementares, tais como: ambulatório, hospital-dia e outros, além da distribuição gratuita de todos os medicamentos que a comunidade científica reconhecer como benéficos no tratamento das doenças mentais.
  • Incentivar todas as iniciativas que tenham por objetivo facilitar a reinserção social do paciente.
  • Combater toda e qualquer forma de preconceito em relação ao doente mental e seus cuidadores.
  • Denunciar e cobrir casos de maus tratos, exploração ou qualquer outra forma de violência física e de desrespeito à cidadania aos pacientes.
  • Atuar junto aos meios de comunicação com o objetivo de esclarecer a população sobre a natureza e o tratamento da doença mental, assim como as necessidades e dificuldade enfrentadas pelos familiares e cuidadores.
  • Atuar junto aos profissionais de saúde para que os familiares e cuidadores sejam encarados como parceiros ativos dentro do processo terapêutico.